Serviços

Corpo Corpo

Como podemos lhe ajudar?

Preencha o nosso formulário
ou ligue para: (24) 2231-0018

Cirurgia íntima feminina

A busca pela beleza e pelo bem estar está levando um número cada vez maior de mulheres a realizar cirurgias nas partes íntimas. As causas são muitas, seja para proporcionar melhor qualidade de vida, ou mesmo para retocar algum detalhe e mudar, para melhor, o aspecto vaginal. Não existe restrição em relação à idade da paciente para realizar a cirurgia, que também tem como finalidade corrigir alterações anatômicas, como casos em que a paciente possui os grandes lábios mais volumosos do que o normal. A cirurgia é realizada no sentido de promover bem estar e liberdade à paciente.

Os tipos de cirurgias íntimas mais realizados são relativos ao volume da região pubiana, reduzindo o chamado monte de Vênus por meio de uma lipoaspiração. Há casos em que a paciente deseja estreitar o canal vaginal, o que favorece a relação sexual. Para isso, inserimos enxerto de gordura. O enxerto também é aplicado para casos de flacidez ou problemas de má formação dos lábios vaginais.

Outro tipo de cirurgia que tem se popularizado é a de clareamento vaginal. A cirurgia ameniza o escurecimento dos lábios. Esses pigmentos são retirados, e a região ganha um tom mais uniforme. Há ainda mulheres que, por alguma razão genética ou por motivos de tratamento médico, deixam de produzir pêlos pubianos, nestes casos, elas optam pelo implante de cabelo. As cirurgias íntimas são realizadas com anestesias locais e duram em média, 30 minutos. O pós-operatório é rápido, levando em média um mês. Apenas nos dois primeiros dias, são exigidos repouso absoluto. Por outro lado, é uma área do corpo de extrema sensibilidade, e qualquer intervenção deve ser tomada com o máximo de precisão.

solicite uma consulta

Vídeo sobre o assunto